Biscoitinhos de ventoooo…

biscoitos de ventoNão sei bem de onde saiu o nome… pensando bem, nem a primeira vez que ele provou!! Mas a questão é que o meu pequeno simplesmente ama estes biscoitos de polvilho azedo. AMA!!!

Os biscoitos comprados na padaria são bastante gordos e cheios de sódio. Os do supermercado então, além de tudo isso, ainda vêm cheios de conservantes e muitas vezes até mesmo corantes.

Sendo assim, na constante tentativa de oferecer alimentos mais saudáveis e ao mesmo tempo não privar meu filho das coisas que gosta, fui eu experimentar algumas (várias!) receitas.
Hoje então achei uma que deu certo!! Viva!!

Postei a foto nas redes sociais e logo vieram pedidos de receita. Parece que não é só o meu pequeno que adora!!

O melhor de tudo é que foi muito fácil e rápido de fazer!!!

Claro que a maneira que eu fiz foi como deu certo para mim… mas com certeza não é a melhor maneira de fazer, afinal, sou só uma arquimãe esforçada e não uma profissional da culinária! 🙂

Então, se achar uma maneira melhor ou aprimorar esta minha, vem me contar, ok??


RECEITINHA:

2 xícaras de polvilho azedo
1/2 xícara de leite tipo B (outro dia vou tentar com água)
1/2 xícara de óleo de girassol
1 ovo caipira
1 colher de chá rasa de sal marinho moído
Coloquei os ingredientes em uma bacia e amassei bem com as mãos para misturar.Como o polvilho azedo acaba formando bolinhas, coloquei então no liquidificador.

Obs 1: não coloque no liquidificador antes de misturar com a mão, pois não bate… pelo menos no meu é assim!
Obs 2: quando estiver batendo, a massa cria ar de tanto em tanto tempo, então é preciso tirar o ar com uma espátula… faz até pfffff!!! rsrsrsrs, três a cinco minutinhos batendo é suficiente.
Obs 3: se na sua cozinha tiver um processador de alimentos ou uma batedeira a mão, use e esqueça o liquidificador! (na próxima eu faço isso! kkkkkkk)

A massa fica bem mole e homogênea. Aí é só colocar em um saquinho plástico, fazer um furinho na ponta e deixar a imaginação rolar para criar formas legais.

Ele quase não cresce, então dá para colocar vários em uma forma anti-aderente (usei uma de pizza mesmo).

Deixei assar por uns 15-20 minutos no forno pré-aquecido a 200 graus, cuidando sempre para não queimar.
Lembrando que o polvilho azedo é derivado da fécula de mandioca, portanto, não contém glúten… ótimo para os intolerantes à ele!
Com um pouquinho de goiabada a mamãe aqui se esbaldou… e assim purinho o pequeno amou!
Bom apetite!!!!

Advertisements

Comida do bem

20140805_184404

Este clima enlouquecido que surgiu nos últimos tempos graças a tanta intervenção humana sobre a natureza faz sofrer o mesmo o mais bem protegido “corpitcho”. São gripes, resfriados, viroses para dar e vender!
E a situação só piora quando, em nome do frio, mantemos todos os ambientes bem fechadinhos… uma festa para as bactérias e vírus.

Correntes da medicina moderna, a exemplo da medicina antiga, vem apostando nos hábitos alimentares, entre outras atitudes cotidianas, para prevenir e amenizar estas pequenas mazelas invernais que podem incomodar muito e ainda tornarem-se doenças muito mais graves.

Aqui em casa apostamos muito na alimentação. Orgânicos e da estação estão sempre no cardápio. E para dar aquela turbinada no sistema imunológico, a mamãe aqui investe pesado em alimentos que colaborem com ele!
Alho, cebola, pimentão, gengibre, iogurte natural… Além de deliciosos, potencializam o funcionamento do organismo.

Assim, com a geladeira abrigando um grande exército alimentar, fica fácil preparar receitinhas gostosas e saudáveis para os meus guris!

Ontem improvisei uma jantinha delícia e super carregada de saúde: penne ao molho de iogurte e gengibre. Aí vai…

PENNE AO MOLHO DE IOGURTE E GENGIBRE

Coloquei em uma frigideira funda
– uma colher de sobremesa de manteiga
– uma cebola orgânica pequena bem picadinha
– três dentes de alho em lâminas (por aqui amamos alho!)
– um pedaço generoso de pimentão amarelo picado miúdo

Deixei dourar e acrescentei
– um tomate orgânico pequeno em cubinhos
– gengibre ralado a gosto

Tampei uns cinco minutinhos para suar e pronto!

Joguei o penne cozido “al dente” (para duas pessoas), desliguei o fogo e finalizei com um pote de iogurte natural integral, orégano, azeite de oliva e uma pitada de sal.

Ficou uma delícia! Super aprovado pelo meu pequeno!

Bom apetite!
Beijinho.

PS – algumas dicas sobre alimentos que turbinam a imunidade:

http://gnt.globo.com/bem-estar/materias/dez-alimentos-para-aumentar-a-imunidade.htm